segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Ex-prefeito envolvido em escândalos de corrupção confirmado para IMPLURB



O ex-prefeito de Manaus, Manuel Ribeiro(1988) é o nome indicado pelo prefeito Amazonino Mendes para substituir João Bosco Saraiva no Instituto Municipal de Planejamento Urbano.Ribeiro disse que tem conversado com Amazonino e que "alguma coisa" deve ser decidida nas próximas horas. Revelou disposição em 'trabalhar pela cidade'. Quanto à indicação para dirigir o Implurb, disse que "ouviu falar". Mas a indicação acaba de se confirmada pela Prefeitura de Manaus,

AMAZONINO DESTITUIU RIBEIRO E SITIOU PREFEITURA

O ex-prefeito Manoel Ribeiro foi destituido do cargo em 1988 pelo governador da 'epoca, Amazonino Mendes. Houve confusão e o então vereador Carrel Benevides sacou de uma arma e deu tiros para o alto. Manuel Ribeiro se recusava a deixar o Paço da Liberdade, no centro de Manaus, naquele 7 de junho de 1988, mas o governador mandou cercar o prédio e Ribeiro, accompanhado de vereadores aliados, teve que se " render" a força do governo. Imediatamente Amazonino nomeou para o cargo o atual ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

A posse de Nascimento ocorreu em 8 de julho de 1988, com a homologação da intervenção, pela Assembleia Legislativa, da decisão do giovernador de afastar o prefeito.

Ribeiro esteve envolvido no escândalo da construção do Garajão, que teria sido superfaturada e que nunca foi utilizado para o fim a que se propunha: servir de estacionamento para veículos que se dirigiam ao centro de Manaus. De grandes inimigos ontem, Amazonino e Ribeiro se reapoximam agora, em clima de paz e amor.

Cronologia

* 7 de junho de 1988 - decretada a intervenção na Prefeitura de Manaus pelo governador Amazonino Mendes, com base em parecer do Tribunal de Contas dos Municípios;

* 8 de junho de 1988 - Alfredo Nascimento assume o cargo de interventor, nomeado pelo governador;

* 9 de junho de 1988 - Assembléia Legislativa homologa decisão de intervenção.

* 31 de junho de 1988 - Liminar assinada pelo juiz Walfrido Hermida Maia, considera nula a intervenção atendendo mandato de segurança impetrado por Manoel Ribeiro;

* 1 de julho de 1988 - Manoel Ribeiro vai a sede da Prefeitura, acompanhado do senador Carlos Alberto de Carli e deputado federal Carrel Benevides, encontra o gabinete fechado, arromba a porta e reassume o cargo;

* 5 de julho de 1988 - Governo do Estado apresenta recurso ao Tribunal de Justiça do Amazonas, que está empossando novo presidente. O novo presidente decide pela manutenção da intervenção, cassando a liminar concedida a Ribeiro.

Fonte: jornal aCrítica.

3 comentários:

  1. CANALHAS, simplesmente todos uns CANALHAS!
    Manaus, uma capitania hereditária!

    ResponderExcluir
  2. manoel pracinha esta de volta depois de mais de vinte anos sera que ele ja arrumou dinheiro para devolver para a prefeitura.

    ResponderExcluir
  3. Viver em manaus em complicado, uma cidade linda cercada de uma natureza exuberante, e adminstrada de forma irresponsavel por pessoas, sem escrúpolo e sem religião.

    amazonino respeite quem acreditou em voce.

    manoel ribeiro voce e uma pessoa sem pricipios e sem carater.

    ResponderExcluir